top of page

“Tic Tac A Maternidade do Mal” promete conquistar os amantes do terror

  Tic-Tac: A Maternidade do Mal é um filme de terror que conta a história de Ella。Ela é uma estrela do design de interiores em ascensão, vive numa casa digna de revista e é casada com um marido amoroso. Mas Ella é uma pária da sociedade porque... Ella não quer ter filhos. Nenhuma pessoa, nem mesmo sua família ou amigos, nem a sociedade, consegue tolerar sua postura, mesmo ela insistindo que é feliz sem filhos.

  Com o aumento da pressão sobre isso, Ella então descobre a médica Elizabeth Simmons (Melora Hardi, The Office), que tem um tratamento (é... não podemos chamar assim), que promete “tornar a mulher normal de novo” e conseguir assim desenvolver o desejo de gerar filhos.Quando Ella descobre um ensaio clínico em que o seu problema é analisado como uma questão de fertilidade,ela decide inscrever-se. Para sua surpresa, o tratamento resulta, mas a que custo?



O problema é realmente dela?

  Primeiro ela fica se sentindo acuada em frente a suas amigas que estão grávidas e ao pai, o sobrevivente do holocausto Joseph (Saul Rubinek, Hunters). Depois, até a médica que vai examiná-la começa a criticar a mulher com a desculpa de estar usando dados científicos. E depois vem o marido que deixa claro o que pensa dela não querer ter filhos.

  Mostrando uma cena em uma contagem regressiva para seus 38 anos de idade, Ella também se vê exausta de ter que ficar se explicando por uma coisa que ela não deveria ter que fazer. A personagem é tratada como uma pessoa desequilibrada pelo único fato de não querer ter filhos. Ella vai saindo de seu mundo colorido para um mundo, literalmente, cada vez mais sem cinza.

  Desde das primeiras cenas, “Clock” no original, deixa claro tudo o que vai ocorrer e até onde a trama vai dar. E verdadeiramente, poucas coisas acontecem que são novidades, mas, mesmo assim vale a pena assistir pela história. O filme vai colocando assuntos como: maternidade, depressão, pressão da sociedade, conflitos geracionais e tudo de uma maneira meio indefinida do tipo: é psicológico ou tem coisas sobrenaturais?.Como assistir filmes grátis na Smart TV? Fácil, só baixar o app gratuito Youcine nela e poderá ver filmes legendados e dublados! Aproveite você vai amar!

  E mesmo tendo vários problemas de construção da história, acho que o filme passa a mensagem que gostaria de passar e ainda consegue incluir uns assuntos sobre herança familiar e holocausto, o que é muito bom.



Onde assistir "relógio"?

  “Clock”, é baseado num curta-metragem de mesmo nome lançado em 2020. é claustrofóbico desde o começo e, a sensação que dá é que vamos ficando cada vez mais sufocados na tentativa de ver a personagem sendo forçada por todos e até por si para ter filhos.

  O filme erra em seu desenvolvimento alguns momentos. Fica muito rápido tudo. Quando chega lá pelo meio do filme, vai se tornando um pouco repetitivo. Que é quando vamos entrando cada vez mais na psique da personagem e vamos entendendo cada vez mais o significado das coisas que ocorrem com ela, como suas alucinações ou visões e também compreendendo a dinâmica daquelas relações.

  Mas, mesmo assim, durante alguns minutos dá a impressão que estamos vendo apenas a personagem entrando numa espiral de paranoia sem fundo, que não tem muitos efeitos sólidos.

  Onde assistir filmes grátis completos dublados? No app Youcine! Nele você vai encontrar variedades de gêneros para assistir gratuitamente, como terror, suspense, comédia, romance e muito mais! Não perca tempo! Baixe agora mesmo o Youcine! É gratuito pra versão TV. Acesse nossas redes sociais e confira como baixar!.

  “Tic-Tac: A Maternidade do Mal” aborda questionamentos, críticas, cenas um pouco perturbadoras. Ele é ao mesmo tempo um filme de terror e também uma sátira ácida que mostra até onde uma mulher pode ir para se sentir o mais normal que ela consegue diante das pessoas, e o qual é o preço a ser pago por isso.

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page